A prostatite pode ser curada?

dor na prostatite em homens

A prostatite é uma condição muito comum. E muitas vezes os homens perguntam aos urologistas "A prostatite pode ser curada? "

Os primeiros sinais de prostatite raramente são levados a sério pelos homens. Eles são brandos e os membros do sexo forte geralmente preferem não prestar atenção neles. A frivolidade em relação à própria saúde pode levar a muitas consequências indesejáveis. Para prevenir isso, é importante que os homens monitorem cuidadosamente sua própria saúde e, na idade adulta, a partir dos 25 anos, é imprescindível tomar medidas preventivas que ajudem a prevenir o desenvolvimento de prostatite.

É importante estar atento aos primeiros sintomas da doença, para ouvir o seu próprio corpo e, às mais pequenas alterações, marque imediatamente uma consulta médica. Esta doença não desaparece por si própria, e atrasar uma consulta com um especialista especializado só pode agravar o problema. Na prostatite, o homem começa a sentir problemas ao urinar. Muitos têm função erétil prejudicada e libido diminuída. Se você não usa os serviços de um médico experiente, então em quase metade dos casos você pode pegar uma das formas de infertilidade.

Se a próstata não for capaz de produzir a quantidade necessária de secreção, isso levará ao comprometimento da motilidade dos espermatozoides. Os sintomas descritos a seguir não ocorrem apenas na prostatite. Eles podem acompanhar adenoma ou câncer. Portanto, é importante passar por um exame abrangente, após o qual um diagnóstico preciso será feito por um médico especializado e um esquema de tratamento individual será desenvolvido.

Quais são os primeiros sinais de prostatite?

As formas de prostatite podem ser diferentes, mas os sintomas nos homens são os mesmos.

Assim, com uma doença, as seguintes mudanças principais ocorrem no corpo:

  • devido à compressão do canal urinário, a micção torna-se difícil;
  • no processo de urinar, uma sensação de queimação, dor pode ser sentida;
  • diminuição da potência;
  • ejaculação acelerada;
  • disfunção erétil;
  • enfraquecimento do orgasmo.

Todos esses sintomas causam ansiedade e depressão psicológica geral nos homens. Isso se deve às preocupações com problemas no sistema geniturinário. É importante que, quando algum dos sintomas aparecer, mesmo que seja de forma leve, marque imediatamente uma consulta médica. O estresse que o homem experimenta devido a problemas de saúde é um fator adicional que enfraquece o corpo. Isso complica muito o tratamento, que se torna a causa de um estado progressivo de depressão.

Muitos homens que são confrontados com a doença encontram-se numa espécie de círculo vicioso, do qual não conseguem sair sozinhos. Portanto, junto com a terapia tradicional, os médicos prescrevem antidepressivos, que podem ajudar no processo de tratamento em um nível mental e acelerar a recuperação.

O que é prostatite?

Esta doença é uma inflamação da próstata. Este órgão também é chamado de próstata. Para os órgãos reprodutivos masculinos, essa glândula é uma parte secundária. Ele está localizado ao redor e acima do colo da bexiga. A localização ao redor do tubo urinário é responsável por muitos dos sintomas desagradáveis da doença. Se ocorrer inflamação, a glândula aumenta de tamanho e começa a comprimir o trato urinário. Isso causa a dificuldade que os homens têm ao urinar.

As principais causas da prostatite são as seguintes:

  • com um grande peso e um estilo de vida sedentário, há uma violação da circulação sanguínea nos órgãos pélvicos, o que pode levar à inflamação da próstata;
  • a penetração da infecção no órgão leva à sua inflamação; na maioria das vezes, a prostatite pode causar infecções geniturinárias, com menos frequência - gripe, amigdalite, etc . ;
  • penetração de bactérias na próstata devido a relações sexuais desprotegidas;
  • lesões nos tecidos e órgãos da pequena pelve (esta doença é considerada profissional para motoristas cujo horário de trabalho está associado a um aumento da carga na musculatura do períneo, bem como a vibrações e tremores);
  • baixa atividade física e hipotermia frequente podem levar à inflamação da próstata;
  • falha do equilíbrio hormonal e doenças crônicas do sistema geniturinário;
  • vida sexual irregular;
  • atraso na micção;
  • relações sexuais interrompidas.

Se você leva um estilo de vida sedentário, os sistemas nervoso, endócrino e cardiovascular são muito afetados. Perturbações na circulação das artérias da pequena pelve causam a ocorrência de congestão. A próstata começa a passar por carência de oxigênio, o que cria condições para a reprodução de microorganismos patogênicos nela. Esses fatores não podem se tornar a causa raiz da prostatite, mas criam condições favoráveis para a penetração da infecção na próstata.

Freqüentemente, as causas da infecção secundária da próstata são a inflamação do reto ou da uretra. A infecção é crescente e decrescente. No primeiro caso, os micróbios sobem para a próstata a partir da abertura uretral externa. No segundo, eles entram na próstata junto com a corrente de urina infectada.

Maus hábitos, estilo de vida sedentário, alimentação pouco saudável - tudo isso tem um impacto negativo no estado do sistema imunológico. Se as defesas do corpo são enfraquecidas, ele se torna muito vulnerável a infecções e bactérias, que causam inflamação da próstata.

É possível curar a prostatite sozinho?

A automedicação é algo que em nenhum caso deve ser usado quando aparecem sintomas de prostatite. Sem modernos equipamentos de diagnóstico e testes de laboratório, um diagnóstico não pode ser feito. Apenas um urologista será capaz de avaliar o quadro clínico de forma confiável. A automedicação não só não trará o resultado desejado, mas também pode agravar a situação.

É importante lembrar que os sintomas descritos acima também podem ser observados no adenoma, assim como na oncologia. Portanto, o diagnóstico também é necessário para excluir essas doenças perigosas. É importante visitar um médico em tempo hábil e fazer o tratamento de acordo com suas recomendações. Somente esta abordagem permitirá que você se livre do problema e evite suas perigosas consequências para a saúde.

É importante monitorar e cuidar da sua saúde. Os médicos estão sempre prontos para ajudar, é importante apenas marcar uma consulta e pedir conselhos. A medicina moderna possui métodos para tratar o processo inflamatório na próstata. Quanto antes você procurar ajuda qualificada, mais rápida será sua recuperação.

A prostatite é tratada de forma complexa com a ajuda de vários medicamentos. O regime de tratamento é selecionado individualmente, dependendo do quadro clínico e da idade. Portanto, não se pode prescindir do contato com um centro médico, e não se trata de métodos populares, além da automedicação.

Tipos de prostatite

Para começar, deve-se entender que a doença pode ocorrer de duas formas: aguda e crônica. No primeiro caso, é possível um mal-estar geral, um aumento da temperatura. Os pacientes começam a sentir dor pronunciada no períneo, bem como na região da virilha. A sensação pode ser aumentada com movimentos intestinais e micção.

Existe irritabilidade e aumento da excitabilidade. Isso se deve à frequente necessidade de ir ao banheiro e à falta de alívio adequado, uma vez que a bexiga não é totalmente esvaziada.

A forma crônica da doença prossegue sem sintomas pronunciados. Muitos pacientes não prestam atenção ao pequeno desconforto existente, não tenham pressa em consultar um médico. Ambas as formas da doença são caracterizadas por abordagens de tratamento completamente diferentes.

Muitos homens, sentindo sua saúde piorar, não querem admitir isso para si mesmos e procuram seus médicos quando o problema se torna sério e pronunciado. No estágio crônico da doença, a dor não é intensa e passa rapidamente. A fadiga ocorre em qualquer caso no contexto de um enfraquecimento do corpo, mas muitos atribuem isso à falta de descanso. É importante fazer exames preventivos anualmente, durante os quais os especialistas serão capazes de identificar uma doença perigosa nos estágios iniciais. Isso permitirá que você inicie o tratamento imediatamente.

Na forma crônica, ocorrem mudanças na vida sexual, o brilho das emoções durante o sexo diminui e o tempo da relação sexual é reduzido. Flocos brancos aparecem na urina que podem ser vistos a olho nu. A descarga da uretra é possível pela manhã.

Se o estágio agudo da doença for facilmente vencido pela medicina moderna, o tratamento da forma crônica pode ser significativamente adiado. Quando o tratamento é iniciado em tempo hábil, a doença não terá consequências graves na vida sexual.

Por quanto tempo a prostatite é tratada?

A maioria dos homens está interessada em saber quanto tempo levará o tratamento. No entanto, é impossível prever isso com antecedência. Tudo depende do quadro clínico, da oportunidade do tratamento e das características individuais do organismo. Se você seguir rigorosamente todas as recomendações do especialista responsável, poderá lidar com o problema e voltar à vida normal. Em nenhum caso é importante se automedicar e buscar imediatamente ajuda qualificada. Os sintomas da forma aguda podem ser aliviados em pouco tempo, eliminando a dor e o desconforto.

Onde dói a prostatite?

Como já mencionado, com esse processo inflamatório no corpo masculino, a dor ocorre no períneo e na virilha. Além disso, os pacientes podem sentir uma sensação de queimação na uretra e na parte inferior das costas. Quando você defeca e urina, essas sensações podem ser bastante intensificadas. Em qualquer caso, o diagnóstico só pode ser feito por um especialista especializado. Quaisquer sintomas são apenas um motivo para assumir qualquer doença. Sem um diagnóstico abrangente, nenhum especialista assumirá a responsabilidade pelo diagnóstico e tratamento.

Quem trata a prostatite?

O tratamento desta complexa doença comum é realizado por urologistas. Os urologistas contam com técnicas modernas que permitem diagnosticar com precisão a doença e prescrever um tratamento eficaz. Dependendo das causas da inflamação da próstata. De acordo com as mudanças ocorridas no curso do tratamento, o regime originalmente prescrito pode ser ajustado.

Como definir prostatite?

É impossível determinar independentemente a prostatite. Se ocorrerem os sintomas acima, a doença só pode ser suspeitada. É importante consultar um médico imediatamente. De acordo com os sintomas existentes, o médico prescreverá uma série de estudos, cujos resultados o ajudarão a estabelecer um quadro preciso e a chegar à única conclusão correta sobre a presença de uma determinada doença.

Para fazer um diagnóstico preciso na medicina moderna, os seguintes tipos de estudos de diagnóstico são usados:

  • palpação - exame físico que permite determinar o tamanho da glândula;
  • exame de ultrassom, que é realizado transretalmente através do reto por meio de um sensor especial;
  • um esfregaço da uretra, que permite examinar a secreção da glândula para determinar a presença de bactérias;
  • análise geral de urina;
  • pesquisa de ejaculação;
  • determinação do nível de uma proteína especial produzida pelas células da próstata chamada PSA;
  • exame bacteriológico e citológico da urina;
  • cistoscopia - um diagnóstico que é usado estritamente por razões médicas e é usado se a intervenção cirúrgica for esperada;
  • exame urodinâmico, etc.

Todos os tipos de diagnóstico não são usados ao mesmo tempo, é claro. Os urologistas prescrevem vários dos listados, dependendo do quadro clínico. Em qualquer caso, o médico assistente precisa estabelecer o quadro do que está acontecendo da forma mais confiável possível. Somente após a coleta da anamnese e realização dos exames ele terá os dados necessários para prescrever um tratamento eficaz e ajudar o paciente a vencer uma enfermidade perigosa.

A lista de métodos diagnósticos acima pode não apenas ser reduzida, mas também aumentada. Tudo depende das necessidades do médico e das suspeitas que ele tem em decorrência da sintomatologia que ocorre. Existem muitos tratamentos para a inflamação da próstata hoje. Todos eles são adequados para um determinado quadro clínico e, com a escolha certa, são eficazes.

É importante consultar um urologista experiente que trabalhe em um centro médico capaz de fornecer uma gama completa de exames diagnósticos. Isso se deve não só ao conforto para os pacientes, mas também à rapidez na transferência das informações e à coerência do trabalho da equipe. Entre os medicamentos amplamente utilizados no tratamento do processo inflamatório da próstata, destacam-se os analgésicos, os antibióticos, necessários para a forma bacteriana da doença. Além disso, são usados medicamentos que podem reduzir o edema da próstata e muitos outros.

Somente a complexa terapia proposta pelo médico assistente permitirá que você alcance o resultado desejado e evite uma variedade de complicações. Entre em contato com modernos centros médicos, monitore sua saúde com cuidados especiais, não se esqueça da importância dos exames preventivos. Só assim é possível manter a saúde por muitos anos e prevenir o desenvolvimento de várias doenças.